Menu
Angola: FMI projecta inflação de cerca de 14% até final de 2015

Angola: FMI projecta inflação de ce…

O mais recente relatório ...

Fitch baixa nota financeira de Angola para ‘B+‘

Fitch baixa nota financeira de Ango…

A Fitch - agência de nota...

Angola: Derrame de petróleo afecta meio ambiente e praias de Cabinda

Angola: Derrame de petróleo afecta …

A multinacional Chevron -...

Em Luanda vivem 122 milionários angolanos - diz estudo

Em Luanda vivem 122 milionários ang…

Em Luanda, a capital de A...

Aaron Hernandez condenado a prisão perpétua

Aaron Hernandez condenado a prisão …

O ex-jogador da equipa de...

Arranca julgamento de Aaron Hernández suspeito de matar dois cabo-verdianos

Arranca julgamento de Aaron Hernánd…

Teve início nesta quinta-...

Two Cape Verdeans Flying the Skies of America

Two Cape Verdeans Flying the Skies …

The Capeverdeans Mauricio...

Dois Cabo-verdianos pilotos da JetBlue

Dois Cabo-verdianos pilotos da JetB…

Os cabo-verdianos Mauríci...

Cabo Verde se absteve na votação para admissão da Palestina na Unesco

Cabo Verde se absteve na votação pa…

Dos membros da comunidade...

Barney Frank: Um grande defensor de Cabo Verde no Congresso americano anuncia retirada

Barney Frank: Um grande defensor de…

Com a decisão do represen...

Prev Next

Portugal liderou investimentos em Moçambique nos primeiros três meses de 2014

Portugal liderou investimentos em Moçambique nos primeiros três meses de 2014

Portugal liderou a lista de investidores estrangeiros em Moçambique durante os três primeiros meses do ano, apresentando 43 projectos orçados em mais de 150 milhões de euros, informou o Centro de Promoção de Investimentos (CPI) moçambicano.

Entre 28 países e um investimento directo estrangeiro global de mais de 263 milhões de euros, o português ultrapassou largamente o das Maurícias, com 33,1 milhões de euros, da África do Sul (26,5 milhões), da China (15,7 milhões) e da Bielorrússia (8,8 milhões), países que ocuparam, em conjunto com Portugal, as cinco posições cimeiras da lista de investidores internacionais.
Os dados agora divulgados pelo CPI indicam que, só nos primeiros três meses de 2014, o investimento português aumentou 5,1% face ao ano passado, quando as empresas portuguesas investiram cerca de 124 milhões de euros em Moçambique, ficando atrás das sul-africanas (267,2 milhões de euros) e chinesas (168,1 milhões).
Segundo o CPI, no primeiro trimestre do ano, foram aprovados 125 projectos no valor de mais de 574 milhões de euros, em que o investimento moçambicano correspondeu a 52,8 milhões e os empréstimos e suprimentos – referentes a estrangeiros e locais – representaram 258,2 milhões do total apurado.
A organização moçambicana indica ainda que, com cerca de 202 milhões de euros, o sector de energia recebeu o maior volume de investimento, sendo seguido pelo da indústria (101,5 milhões), construção e obras públicas (67,3 milhões), serviços (49 milhões), turismo e hotelaria (30,2 milhões) e transportes e comunicações (9,08 milhões).
Fonte: Lusa

back to top