Menu
Angola: FMI projecta inflação de cerca de 14% até final de 2015

Angola: FMI projecta inflação de ce…

O mais recente relatório ...

Fitch baixa nota financeira de Angola para ‘B+‘

Fitch baixa nota financeira de Ango…

A Fitch - agência de nota...

Angola: Derrame de petróleo afecta meio ambiente e praias de Cabinda

Angola: Derrame de petróleo afecta …

A multinacional Chevron -...

Em Luanda vivem 122 milionários angolanos - diz estudo

Em Luanda vivem 122 milionários ang…

Em Luanda, a capital de A...

Aaron Hernandez condenado a prisão perpétua

Aaron Hernandez condenado a prisão …

O ex-jogador da equipa de...

Arranca julgamento de Aaron Hernández suspeito de matar dois cabo-verdianos

Arranca julgamento de Aaron Hernánd…

Teve início nesta quinta-...

Two Cape Verdeans Flying the Skies of America

Two Cape Verdeans Flying the Skies …

The Capeverdeans Mauricio...

Dois Cabo-verdianos pilotos da JetBlue

Dois Cabo-verdianos pilotos da JetB…

Os cabo-verdianos Mauríci...

Cabo Verde se absteve na votação para admissão da Palestina na Unesco

Cabo Verde se absteve na votação pa…

Dos membros da comunidade...

Barney Frank: Um grande defensor de Cabo Verde no Congresso americano anuncia retirada

Barney Frank: Um grande defensor de…

Com a decisão do represen...

Prev Next

Americano Wordsmith e angolanos de Hip-Hop em concerto no Centro Cultural Brasil-Angola

Americano Wordsmith e angolanos de Hip-Hop em concerto no Centro Cultural Brasil-Angola

O rapper americano Wordsmith partilha nesta quarta-feira, 10 de Julho, o palco com cantores angolanos de Hip-Hop e artistas brasileiros num espectáculo a realizar-se no Centro Cultural Brasil-Angola (CCBA), nan baixa de Luanda.

A iniciativa tem o patrocínio da Embaixada dos Estados Unidos da América em Luanda e do Centro Cultural Brasil-Angola (CCBA).
Wordsmith é um rapper, músico e empresário baseado na cidade de Baltimore nos EUA. Ele faz hip-hop com uma forte mensagem motivacional. Sua missão é entreter e educar através de uma mensagem de propósito, através da música apropriada e comercializável da juventude para as massas.
Wordsmith está em Angola para concertos, troca de experiências e intercâmbio cultural. Sob o lema “EUA e Angola: 400 Anos de Partilha Cultural e Histórica,” Wordsmith volta a visitar Angola na companhia da sua banda de 3 músicos. Este ano os EUA e Angola estão a homenagear os 400 anos desde a chegada dos primeiros angolanos escravizados na cidade de Jamestown, Virginia, EUA em 1619.
O show contará com a participação dos angolanos Mamy Miss Skills e Khris MC, bem como com do Grupo do Mestre Amarildo de Capoeira e Maculelê.
Recentemente, o Wordsmith concluiu programas de divulgação financiados pela Embaixada dos EUA no Azerbaijão e no Haiti. Ele visitou Angola em 2016 e partilhou o palco com Phathar Mark, Walter Ananás, estudantes de uma escola secundária local e parceiros locais.
Fonte: APO.

back to top