Booking.com

Moçambique: Novo tiroteio envolvendo caravana de Dhlakama deixa 20 mortos

Moçambique: Novo tiroteio envolvendo caravana de Dhlakama deixa 20 mortos

Pelo menos 20 pessoas morreram, na sexta-feira, 25 de Setembro, em novo confronto entre polícias e membros de uma caravana em que viajava o líder da oposição de Moçambique, Afonso Dhlakama.

O comandante da Polícia da região, Armando Mude, disse à agência de notícias AFP, homens armados da Renamo dispararam e mataram o condutor de um minibus que transportava civis, alegadamente por se ter aproximado demasiado da caravana.
Quando agentes das autoridades governamentais chegaram ao local, houve troca de tiros com as escoltas o que deixou outros 19 mortos. Afonso Dhlakama resultou ileso e se teria refugiado na floresta, de acordo com a AFP.
É a segunda vez, em duas semanas, que escoltas de Dhlakama, se envolvem em tiroteio em Manica, zona central do país.
O chefe de Polícia revelou que seus agentes têm feito um grande esforço para conter a população, que - segundo ele - estão furiosos e "atearam fogo em carros dos opositores ao governo."
Nos últimos meses, a instabilidade política em Moçambique tem aumentado com Dhlakama recusando-se a reconhecer os resultados das eleições de 2014 e ameaçando tomar o poder pela força no centro e norte do país.
A Renamo e o governo travaram uma guerra civil de 16 anos civil, que terminou em 1992.