Booking.com

Gestora brasileira assume representação do Banco Mundial em Cabo Verde

Gestora brasileira assume representação do Banco Mundial em Cabo Verde

A gestora brasileira Eneida Fernandes assumiu esta quarta-feira, 1 de Julho, as funções de representante residente do Banco Mundial para Cabo Verde, quando a instituição está a reforçar o apoio ao arquipélago, com uma carteira de projectos de 90 milhões de euros.

Em comunicado, o Banco Mundial explica que Eneida Fernandes trabalha na instituição há 11 anos, tendo desempenhado funções em África e na América Latinha.
“Eneida Fernandes irá implementar o Quadro de Parceria do País para o Ano Fiscal 2019-2023, mantendo e melhorando as boas relações de trabalho com o Governo e outros parceiros em Cabo Verde e com a comunidade internacional”, acrescenta a organização.
Na segunda-feira, na despedida das mesmas funções da senegalesa Fatou Fall, o vice-primeiro-ministro de Cabo Verde, Olavo Correia, destacou as “excelentes relações” que o arquipélago mantém com o Grupo Banco Mundial.
“O país conta, neste momento, com uma importante carteira de projectos com o Banco Mundial. São mais de 100 milhões de dólares americanos [cerca de 90 milhões de euros] e este pacote está em crescimento. Particularmente neste contexto de crise que o país hoje enfrenta, a resposta do Banco Mundial tem sido muito importante para a mitigação da pandemia”, destacou Olavo Correia.
Segundo o Banco Mundial, Eneida Fernandes assume formalmente hoje a representação em Cabo Verde, transitando do cargo de especialista sénior do Sector Privado na Região da África na Prática Global de Finanças, Competitividade e Inovação.
Antes de integrar o Grupo Banco Mundial, Eneida Fernandes “ocupou vários cargos técnicos e de gestão” no sector da hotelaria e desenvolvimento turístico nos Estados Unidos e no Brasil.
Fonte: Inforpress

Últimas Notícias

More Articles